Publicidade
Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Rainha da Festa das Flores de Joinville quer se especializar em direito da família

Gabriela Klappoth Krelling foi Miss Joinville em 2015 e em 2016 eleita rainha da maior festa joinvilense

R. Szabunia, Especial ND
Joinville
21/11/2016 às 13H30

“Sempre tive uma tendência a lutar pelos meus direitos. Por isso, escolhi a carreira de advogada, e pretendo me especializar em direito da família.” Com a certeza de ter optado pelo melhor caminho Gabriela Klappoth Krelling vai encarar uma dupla e dura jornada no ano que, vem, precisando conciliar o último ano da faculdade com a agenda de rainha da Festa das Flores, título conquistado no dia 15 passado. “Entreguei neste ano a coroa e o cetro de Miss Joinville, e agora já ganhei outro título. A responsabilidade aumenta, pois durante os próximos 12 meses precisarei representar a cidade que amo, levando o nome de Joinville a todos os cantos do país”, diz Gabriela, consciente do desafio a ser superado.

Gabriela Klappoth Krelling foi eleita miss Joinville em 2015 e este ano ganhou o título da Festa das Flores - Divulgação/ND
Gabriela Klappoth Krelling foi eleita miss Joinville em 2015 e este ano ganhou o título da Festa das Flores - Divulgação/ND

Nascida em 1991 no hospital e maternidade Dona Helena, Gabriela criou-se no Saguaçu, onde ainda mora, com a mãe. “Lembro-me bem da infância, quando frequentava muito a malharia da minha avó”, conta, referindo-se à Artestil, empresa que Norma Klappoth manteve no bairro, no auge da indústria têxtil em Joinville. “Infelizmente – constata Gabriela – a malharia sucumbiu, como tantas outras, à força da ‘modinha’, com as roupas prontas.”

Após fazer a pré-escola no Colégio dos Santos Anjos, Gabriela passou os 12 anos dos ensinos fundamental e médio no Bom Jesus. De lá foi para a Católica, em busca do sonho de ser advogada e lutar pelos direitos das famílias. “Já penso desde hoje na meta pós-faculdade, o temido exame da Ordem. Quero passar de primeira, pra já engatar com alguma pós-graduação”, prevê.

 

Modelo e miss

A beleza loira de Gabriela inevitavelmente a leva por caminhos onde os atributos físicos são requisitados. “Minha mãe – admite – sempre me incentivou a participar de concursos e pensar na carreira de modelo. Mas minha opção é mesmo pela advocacia, esse é meu foco.” Ainda assim, cedendo ao apelo materno, em 2015 Gabriela candidatou-se ao Miss Joinville. Ganhou! Depois, foi uma das top ten no concurso Miss Santa Catarina.

Gabriela também coloca a beleza a serviço da moda, pela agência Gas Models (vizinha de bairro Saguaçu). “Não sou contratada, faço serviços quando me chamam”, ressalta.

De 2011 a 13 a rainha da Festa das Flores estagiou no Instituto Geral de Perícias, primeiro no setor de carteiras de identidade, depois na divisão de protoloco. “Trabalhando no protocolo conheci o IML. Sou apaixonada pela área criminal também, e aprendi muito durante o estágio”, reforça.

Praticante de esportes apenas no tempo de colégio, hoje Gabriela foca na manutenção da forma e da saúde, em academia. Nas horas de folga, gosta de viajar e de praia. “Já morei em Florianópolis, e amo as praias de lá, especialmente Jurerê.”

Durante os próximos 12 meses, Gabriela e as princesas Luana Ferreira e Bárbara Koster terão a oportunidade de conhecer mais lugares, sempre com a responsabilidade de honrar o nome de Joinville.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade