Publicidade
Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 21º C

Grupo RIC se posiciona sobre episódio envolvendo o deputado federal Hélio Costa

Florianópolis - 06/12/2018 11:12 - Atualizado em 06/12/2018 12:12

Grupo RIC - Grupo RIC

Os ventos da mudança, trazidos pelas eleições, continuam a soprar a favor de um novo Brasil que emergiu das urnas. Novos protagonistas surgiram neste cenário de renovação, em sintonia com a maioria dos eleitores, can­sados da corrupção, do mau uso do dinheiro público e dos políticos que se benefi­ciaram do poder por privilégios e vantagens.

A eleição colocou em evidência novos políticos comprometidos com este novo momento. Um destes novos nomes é o comunicador Hélio Costa, que estreou como campeão de votos à Câmara Federal pelo partido PRB. O mais novo parlamentar catarinense, que há mais de 40 anos atua na comunicação, obteve mais de 179 mil votos e desembarcará em Brasília propondo medidas a favor da segurança pública.

Pela sua longa carreira na imprensa, causa surpresa que tenha estranhado – e até criticado pelas redes sociais - a divulgação, por este jornal de episódio lamen­tável protagonizado por ele dentro do pronto-atendimento do Imperial Hospital da Caridade quando se atritou com funcionário por não conseguir atendimento pelo SUS. Ele classificou a notícia como “um estardalhaço” e “jornalismo partidá­rio”. Para outro jornal, onde a informação foi publicada pela primeira vez, seu posicionamento foi diferente. Em nota, admitiu que ficou exaltado na recepção e reconheceu seu erro. Uma atitude elogiável, porém, bastante contraditória. Para o jornal onde trabalhou, reagiu com críticas.

Lamentamos que o deputado agora tente desqualificar o jornalismo que este grupo pratica há 31 anos e do qual ele mesmo fez parte por mais de uma década diante das câmeras e na sua coluna diária neste jornal. O ex-comunicador exer­ceu seu ofício com liberdade, cobrando das autoridades e dos políticos esta mesma postura que agora dele é cobrada. Graças ao nosso jornalismo isento, Hélio Costa se posicionou, cobrou e criticou gestores públicos e políticos. Praticando este mesmo jornalismo, se credenciou para a carreira política que o levou à Câmara Federal.

Não pode agora o deputado eleito, de forma irresponsável, condenar este jornal por noticiar que se alterou no hospital e protagonizou um bate-boca com um fun­cionário por não conseguir atendimento de um cardiologista. Os leitores querem da imprensa a verdade, sem omitir ou esconder fatos. Hélio Costa tem de se acostu­mar: agora é uma figura pública e precisará entender que a verdadeira imprensa é aquele que revela e expõe tudo e de todos, sem distinção. O Grupo RIC vai continuar fiel à sua linha editorial, alinhada com este novo momento que o país vive, fazendo jornalismo cada vez mais independente e responsável.

Publicidade