Publicidade
Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 21º C

SC-405 vive um dilema com possibilidade de aumento de fluxo de veículos em 2019

Rodovia pode ser a única ligação com novo terminal do aeroporto internacional Hercílio Luz

Cristiano Rigo Dalcin
Florianópolis
04/12/2018 às 21H20

Palco de congestionamentos diários, principalmente no sentido Bairro/Centro, a SC-405 poderá ficar pior a partir de 1º agosto de 2019, quando for aberto o tráfego em direção ao novo terminal do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis. Isso porque a rodovia estadual, na altura do trevo da Tapera, poderá ser a única ligação com o novo terminal, diante do atraso das obras do outro acesso, pelo bairro Carianos.

Atualmente, os maiores congestionamentos são enfrentados pelos motoristas que precisam deixar o Sul da Ilha. Diariamente, eles convivem com constantes filas que são aliviadas a partir das 7h18min, quando a PMRv (Polícia Militar Rodoviária Estadual) faz duas alterações no trânsito. A primeira é o fechamento do tráfego no sentido Centro/Bairro para liberação de duas pistas no sentido contrário no trecho entre de 2,6 quilômetros entre os trevos da Tapera e do Rio Tavares.

Congestionamentos são diários na SC-405, entre o trevo do Rio Tavares e o trevo da Tapera  - Foto: Flávio Tin/ND
Acesso do novo terminal aeroportuário ainda está em construção - Foto: Flávio Tin/ND


A segunda alteração é a reversão de faixa do trecho de três quilômetros entre o trevo do Rio Tavares até o elevado da Seta para garantir duas pistas para o escoamento do tráfego rumo ao Centro. Nos finais de semana, o tormento das filas na SC-405 é transferida para a tarde, no mesmo sentido, a partir das 15h, com o movimento de retorno das praias. “Isso se for um dia de sol”, ressalta o sargento Demilson da Rosa, comandante do posto da PMRv no Sul da Ilha.

Segundo Rosa, as alterações no tráfego têm surtido efeito positivo na rodovia que tem um fluxo estimado de 50 mil veículos por dia. “Hoje, o tráfego é equilibrado, mas no futuro pode ficar insuportável”, argumenta.  Porém, com a abertura do novo acesso ao Sul, Rosa acredita que a situação vai melhorar, inclusive no trecho de três quilômetros com faixa reversível.  “Não digo que vai ser uma nova Costeira, mas teremos um tráfego de 50% do que temos hoje naquela região do Rio Tavares”, explica o sargento, em alusão a antiga rota para o Sul da Ilha que foi substituída pela Via Expressa Sul, descartando a possibilidade de uma quarta pista no trecho.  

PMRv monitora trecho de faixas reversíveis - Foto: Flávio Tin/ND
PMRv monitora trecho de faixas reversíveis - Foto: Flávio Tin/ND


Moradores aguardam novo acesso com expectativa

Morador do bairro Tapera, o técnico eletricista Rodrigo Antonio Prim passa pela SC-405 em direção ao Centro todos os dias e aguarda com ansiedade a abertura do novo acesso ao Sul da Ilha para evitar os constantes congestionamentos. “O Sul vai crescer e talvez esse elevado do Rio Tavares nem seja tão necessário assim”, comenta.

Por outro lado, admite que o trânsito da SC-405 poderá ficar mais complicado se a rodovia for a única ligação com o novo terminal aeroportuário e o acesso pelo bairro Carianos não ficar pronto na mesma época. “Aí sim vai ser difícil passar por lá”, completa. Do balcão da loja de materiais de construção, às margens das SC-405, o comerciante Alex Sandro Rodrigues acompanha o pesadelo diário dos motoristas que trafegam em direção ao Centro. “Só vai melhorar se o novo acesso ao Sul da Ilha for aberto completamente, pois o pessoal da Tapera e de praias como Pântano do Sul e Armação poderá cortar caminho por ali”, explica.

A reportagem do ND contatou a assessoria de imprensa da Secretaria de Infraestrutura, que informou que o secretário Paulo França está em viagem e falará sobre o assunto nesta quinta-feira (6). Já a Floripa Airport, através da porta voz Laura Muradi, garantiu que o novo terminal será inaugurado no dia 1º de agosto e que os acessos são compromissos do governo do Estado.   

Publicidade

3 Comentários

Publicidade
Publicidade