Publicidade
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Morro do Lampião, no Campeche, pode se tornar refúgio da vida silvestre em Florianópolis

Frente Parlamentar das Unidades de Conservação debateu proposta para proteger área no Sul da Ilha

Fábio Bispo
Florianópolis
12/09/2017 às 20H55

O retorno dos trabalhos da Frente Parlamentar das Unidades de Conservação de Florianópolis trouxe como proposta análise de uma proposta para tornar o Morro do Lampião, no Campeche, como refúgio da vida silvestre. A categorização transformaria a região em unidade conservação com restrições de ocupação e uso do solo.

Trilha do Morro do Lampião, em Florianópolis - Flávio Tin/ND
Vista da trilha do Morro do Lampião, em Florianópolis - Flávio Tin/ND


Na reunião realizada Câmara de Vereadores, foi discutida duas possibilidades de proteger o Morro do Lampião. A primeira seria para anexar como gleba da Unidade de Conservação da Costeira. A segunda, como uma nova unidade. Segundo os estudos, a classificação como refúgio silvestre teria o menor impacto com o adensamento que já existe na região. “A comunidade vive uma angustia de ver o Morro do Lampião sendo degradado com o passar dos anos”, afirmou Marquito (PSOL), que integra a comissão. Um relatório contendo a proposta completa para criação da nova unidade de foi entregue ainda na legislatura passada ao município.

O encontro da frente também discutiu os projeto das demais Unidades de Conservação. De acordo com o SNUC (Sistema Nacional das Unidades de Conservação), pelo menos três projetos de readequação das unidades estão em vias de serem levados a votação.

Nos projetos da Lagoinha do Leste e do Parque das Dunas da Lagoa, o vereador Rafael Daux (PMDB) pediu informações ao município sobre a existência de áreas privadas dentro do espaço de demarcação. Já o projeto da Unidade de Conservação do Maciço da Costeira depende apenas da análise dos limites para ir para Comissão de Meio Ambiente.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade