Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Com seis dias de greve, caminhoneiros liberam combustível para o transporte público

Acordo garante o ônibus para a população da Grande Florianópolis a partir de segunda-feira

Redação ND
Florianópolis
26/05/2018 às 19H03

Mesmo após acordo para suspender a paralisação por 15 dias anunciado pelo governo e um grupo de caminhoneiros, manifestantes continuaram ocupando as rodovias brasileiras neste sábado (26).

Manifestação em apoio ao movimento dos caminhoneiros em frente à Havan, em Palhoça - Facebook/Divulgação
Manifestação em apoio ao movimento dos caminhoneiros em frente à Havan, em Palhoça - Facebook/Divulgação


Em Santa Catarina, são 70 pontos em 52 cidades onde a categoria está reunida, conforme divulgado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) no final da manhã deste sábado. As rodovias com maior número de manifestações são a BR-101 e a BR-470, com 16 pontos de atenção cada uma. Na BR-282 são 15 pontos e na BR-280, 14. As rodovias BR-116 e BR-153 têm, respectivamente, seis e três locais com grevistas.

Ao longo do dia algumas manifestações estão sendo programadas.

Pontos de atenção nas rodovias federais em Santa Catarina onde há manifestações de caminhoneiros - PRF/Divulgação
Pontos de atenção nas rodovias federais em Santa Catarina onde há manifestações de caminhoneiros - PRF/Divulgação


O desabastecimento de combustível, que se intensificou a partir de quinta-feira (24) em todo o Estado, provocou complicações e mudanças no serviço de transporte coletivo em várias cidades catarinenses. Horários foram alterados e a frota reduzida.

Segundo informações divulgadas pela assessoria de imprensa do Sindópolis (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis),  o prejuízo total dos postos da Grande Florianópolis ultrapassa R$ 1 milhão por dia, desde que deixaram de receber e comercializar combustíveis. 

Guarda Municipal consegue abastecer na manhã deste sábado - PMF/Divulgação
Guarda Municipal consegue abastecer na manhã deste sábado - PMF/Divulgação


Confira alguns momentos do acordo: 




Educação


A Secretaria   de Educação de Florianópolis informou que , apesar do movimento dos caminhoneiros , as aulas da próxima segunda-feira  estão mantidas na rede municipal de ensino.

Aeroportos 

Um novo balanço feito pela Floripa Airport, administradora do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, informa que o aeroporto  terá combustível para operar até este domingo (27). Antes, a previsão era de que apenas neste sábado as operações seriam mantidas. A ampliação do prazo será possível graças ao gerenciamento que a equipe de operações da concessionária está fazendo com as companhias aéreas, desde o início da crise de desabastecimento provocada pela paralisação dos caminhoneiros. 

A Floripa Airport também reconhece o apoio do governo, que ajudou no deslocamento, nesta madrugada, de um caminhão com alguns litros de Querosene de Aviação (QAV). 

Neste sábado, o aeroporto está operando sem restrições. Dois voos foram cancelados: o voo 6160, da Avianca, que iria para Brasília pela manhã, por motivos operacionais da companhia, já havia sido informado nesta sexta. A aeronave deste voo sairia do aeroporto da Capital Federal que está sem combustível. O outro foi o voo 3478 que ia para Guarulhos. Os passageiros estavam sendo encaixados em um próximo voo às 18h.

A concessionária reforçou as equipes de atendimento ao público neste fim de semana. Também está auxiliando as companhias aéreas no planejamento para remanejar passageiros, com o levantamento de hotéis disponíveis na cidade e na acomodação em outros voos. Os estabelecimentos comerciais do aeroporto também ampliaram o estoque de alimentos e bebidas e o horário de atendimento.

Entre as ações de gerenciamento junto às companhias, está a orientação para que aeronaves que partem de aeroportos sem restrição de combustível, como Guarulhos e Galeão, pousem em Florianópolis já abastecidos para a próxima etapa. A equipe de operações do aeroporto faz um monitoramento constante do abastecimento de cada aeronave que pousa e decola em Florianópolis.  

A situação dos voos pode ser acompanhada aqui.

*Com informações do repórter Paulo Mueller, da RICTV.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade