Publicidade
Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Retrospectiva 2016: os principais fatos que marcaram o ano de Florianópolis

Poluição em Canasvieiras, greve no transporte coletivo, crise na Comcap e na prefeitura, impasse no Plano Diretor e chegada do Uber foram alguns dos principais assuntos do ano na Capital

Redação ND
Florianópolis
31/12/2016 às 12H21

1 de janeiro: Rio do Brás

Poluição na praia de Canasvieiras manchou a temporada de verão em Florianópolis - Eduardo Valente/ND
Poluição na praia de Canasvieiras manchou a temporada de verão em Florianópolis - Eduardo Valente/ND


O ano começou mal para moradores e turistas em Canasvieiras. Poluído, o rio do Brás extravasou e a praia ficou suja. A prefeitura tentou resolver com ações temporárias, como uma barreira de areia, mas nada deu certo. A poluição na praia de Canasvieiras manchou a temporada de verão em Florianópolis.

31 de maio: Greve do transporte coletivo

A greve do transporte coletivo já entrou para o calendário oficial de Florianópolis, Em 2016, usuários ficaram sem ônibus por dois dias, além das paralisações pontuais feitas durante o ano.

 

13 de setembro: Crise na Comcap

Mais um ano de crise na Comcap. Greves, problemas financeiros, sucateamento e até uma tentativa de PDV (Plano de Demissão Voluntária) marcaram o 2016 na companhia. O ND fez um raio-X da Comcap em uma série de reportagens.

 

2 de julho: Guarda Municipal

Até a Guarda Municipal de Florianópolis fez greve este ano. Foram 13 dias de paralisação. A decisão foi tomada após a suspensão do porte de arma pela Polícia Federal.

 

13 de maio: Ponte Hercílio Luz

Em meio à principal fase da restauração, ponte Hercílio Luz completou 90 anos - Rafael Carvalho/DV3/ND
Em meio à principal fase da restauração, ponte Hercílio Luz completou 90 anos - Rafael Carvalho/DV3/ND


O principal cartão-postal da Capital completou 90 anos. A expectativa do governo do Estado é de que a restauração da ponte Hercílio Luz esteja concluída no segundo semestre de 2018.

 

18 de julho: Novo Plano Diretor

O novo Plano Diretor da Capital virou uma novela sem fim. Entre muitas decisões judiciais, a prefeitura refez as audiências públicas, mas ainda falta a audiência final para o Plano entrar em vigor. 

 

13 de dezembro: Direto do Campo

Uma nova liminar do Tribunal de Justiça de Santa Catarina impediu a reintegração de posse pelo governo do Estado na área que engloba o Direto do Campo na Agronômica. Durante o ano, advogados dos comerciantes e do governo travaram batalhas judiciais, e a indefinição sobre o imóvel continua.

 

30 de Setembro: Uber

Serviço de transporte de passageiros por aplicativo começou a operar no dia 30 de setembro na Capital - Flávio Tin/ND
Serviço de transporte de passageiros por aplicativo começou a operar no dia 30 de setembro na Capital - Flávio Tin/ND


Sem aviso prévio, o Uber começou a operar na Capital. Desde então, mais de 50 carros foram apreendidos pela prefeitura. Mas no início de dezembro, a Justiça concedeu liminar que garante a atividade dos motoristas.   

 

24 de outubro: Crise no município

O último ano do mandato do prefeito Cesar Souza Júnior (PSD) ficou marcado pela grave crise financeira do município. E a polêmica dos últimos dias girou em torno do valor da dívida: R$ 85 milhões, como diz o prefeito, ou R$ 1 bilhão, segundo a equipe de transição do prefeito eleito, Gean Loureiro (PMDB).

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade