Publicidade
Segunda-Feira, 28 de Maio de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Entrevistas com personagens que decidem nas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

  • Temer anuncia frete mínimo, isenção em pedágios e redução de R$ 0,46 do diesel por 60 dias

    O presidente Michel Temer (PMDB) anunciou na noite deste domingo (27) medidas para tentar encerrar a greve dos caminhoneiros.

    O primeiro ponto é a redução de 46 centavos no preço do óleo diesel. “Garantiremos que cada caminhoneiro tenha esse resultado na hora de encher o tanque”, afirmou, atribuindo o desconto a soma da isenção do PIS/Cofins e da Cide. “Para chegar a esses 46 centavos, o governo está assumindo sacrifícios no orçamento e honrará essa diferença de custo, sem nenhum prejuízo para a Petrobras”, afirmou.

    A segunda medida é a garantia dessa redução pelos próximos 60 dias. “A partir daí, ou seja, daqui a dois meses, só haverá reajustes mensais. Assim, cada caminhoneiro poderá planejar melhor seus custos e o valor do frete”, disse Temer.

    O terceiro ponto é a edição de uma medida provisória isentando a cobrança do eixo suspenso nos pedágios de rodovias federais, estaduais e municipais.

    A quarta decisão, também por MP, para[...]

    Leia mais
  • De dentro de um jatinho, ministro de Michel Temer defende responsabilidade em cortes; veja

    De dentro de um jatinho, ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (PMDB-MS), diz que é preciso ter responsabilidade para definir quais áreas serão cortadas dentro do Orçamento para compensar a isenção de impostos no diesel. De dentro de um jatinho, entendeu, desses que a gente paga. Fica a dica de onde cortar, dos privilégios.

    Assista ao vídeo no blog

  • Em meio a greve, governador Eduardo Moreira divulga Carta aos Catarinenses; leia a íntegra

    O governador Eduardo Moreira (PMDB) divulgou ontem uma “Carta aos Catarinenses” de forte teor político. Reconheceu a legitimidade da manifestação, a flexibilização pela manutenção dos serviços essenciais, mas pediu sensibilidade para a liberação dos combustíveis. Leia a íntegra a seguir.

    Carta ao povo catarinense

    Santa Catarina sempre venceu as dificuldades através da união de seu povo. Nenhum desastre natural ou tragédia nos deixou derrotados. Saímos de todos eles mais fortes e unidos. 

    Agora, mais uma vez, somos colocados frente a frente com um desafio. E, a exemplo do que já fizemos, de novo será a união do povo catarinense que vai fazer com que os obstáculos sejam superados.

    Reconhecemos como legitima a manifestação dos caminhoneiros, trabalhadores responsáveis pelo transporte de tudo o que mantém a sociedade em funcionamento. São eles que transportam nosso alimento, a água, nossos medicamentos, o combustível que abastece nossos carros e[...]

    Leia mais
  • Expulsão de deputado em manifestação de caminhoneiros é alerta para marketing político

    A ação dos manifestantes à presença do suplente de deputado estadual Manoel Mota (PMDB) em um local de concentração de caminhoneiros despertou reações entre os demais políticos. Ao ver Mota ser expulso do local, a maioria caiu na realidade de que o momento não pede discursos escorados na demagogia. Tirar uma casquinha, neste momento, não se mostra a melhor estratégia no campo do marketing político.

    Manoel Mota - Karina Ferreira/Agência AL/ND
    Manoel Mota - Karina Ferreira/Agência AL/ND